Colunistas >> Lise Longo

Dúvidas comuns

09 de abr de 2012 | Por: Lise Longo

O Home Staging é um serviço que chegou ao Brasil muito recentemente. Por isso é natural que haja muitas dúvidas a respeito do assunto. Esclarecê-las é um dos objetivos desta coluna.

Conversando com um cliente, percebi que a principal confusão que existe, é que as pessoas interpretam o Home Staging como se fosse um serviço de design de interiores. No entanto, é bem diferente.

Antes e Depois. Perceba que na 2ª imagem o ambiente está despersonalizado. Isto é Home Staging

No design de interiores, o projeto é feito para uma pessoa ou família específica que vai usufruir do imóvel, atentando-se às suas necessidades e estilo, enquanto o Home Staging é trabalhado em cima de uma situação genérica, onde o objetivo é atender ao perfil e agradar ao maior número de potenciais compradores.

Também há uma outra grande diferença entre o design de interiores e o home staging: No design de interiores geralmente os clientes estão dispostos a investir um valor mais alto, pois eles vão desfrutar deste investimento. No Home Staging não, o investimento tem que ser o mínimo possível e naquilo que agregará valor de mercado ao imóvel.

Por isso não se trata de um serviço caro, caso contrário, não haveria sentido em fazê-lo. O cliente tem ainda a opção de definir o valor final a investir ou apenas contratar uma consultoria, podendo realizar o “staging” sozinho.
Assim sendo, qualquer imóvel, independente do seu valor, está apto a se beneficiar de uma consultoria Home Staging.

Corretores são Home Stagers?

Corretores possuem muito conhecimento sobre o mercado, eles sabem o que vende rápido e o que não vende, mas o que eles não sabem é o como fazer para tornar um imóvel desinteressante em um que irá agradar a mais clientes.

Além do que, sua função é outra: promover os imóveis em sua pauta, conseguir clientes, assessorar na negociação e na conclusão do negócio. Dificilmente um bom corretor conseguiria absorver a função de preparar seu imóvel para venda. Para isto é preciso muito tempo e dedicação.

Posso contratar meu arquiteto/designer de interiores de confiança como um Home Stager?

Sim, desde que o profissional possuam profundo conhecimento sobre o mercado imobiliário e sobre Home Staging. O que é raro. Se não possuirem este “expertise”, o que tinha como objetivo vender seu imóvel mais rapidamente pode se tornar um investimento caro e ineficiente.

Os apartamentos decorados usam técnicas de Home Staging?

Usam. Porém é um pouco diferente projetar um apartamento decorado e aplicar o Home Staging a um imóvel ocupado: No apto decorado se investe muito mais que no Home Staging pois ele não será usado para vender somente ele mesmo, e sim muitos aptos no mesmo residencial, Além disso ele é novo, totalmente atualizado.

No imóvel ocupado, o Home Stager tem que saber lidar com questões de manutenção (pintura, elétrica, hidráulica, inflitraçoes… ) além de adequar a móveis fora de moda, e muito mais, porém sem poder gastar muito. Ou seja, os conceitos são os mesmos, mas se diferem na complexidade exigida.

Se você pretende vender, ou já colocou o seu imóvel à venda mas percebe que há poucos interessados, contrate uma consultoria Home Staging. Você pode até duvidar da eficiência desta ferramenta, mas se você não experimentar nunca saberá se é eficiente ou não!

  • Imprimir