Notícias >> Organização

Escolha o varal certo

18 de jun de 2012 | Por: Seu Lar Aqui

Há muito não vemos, pelo menos nas casas da cidade, um varal cruzando o quintal de muro a muro. Até porque hoje não se faz mais isso no quintal e sim na área de serviço ou lavanderia. Mas deixando o saudosismo de lado, fato é que o varal evoluiu muito na última década. Quase não existe situação que não possa ser resolvida por algum modelo. As possibilidades são tantas que, em alguns casos, ajuda a solucionar até problemas arquitetônicos, isto é, quando a área de serviço está mal posicionada em relação ao entorno e não recebe vento nem tampouco sol. Nessa situação, entra em cena o varal de piso, que pode, em uma emergência, ser levado para a varanda gourmet ou até mesmo na sala.

Uma grande inovação foi em relação ao material. Anteriormente, os varais eram confeccionados em ferro com pintura emborrachada. Hoje podem ser de aço pintado, aço inox, alumínio anodizado ou com pintura eletrostática. Os de alumínio têm as varetas um pouco mais robustas e pedem pregadores especiais.

Quanto aos tipos, podemos dividi-los em dois: fixos, de teto ou de parede, e móveis. Os modelos de teto são: 1) o tradicional, com variação de largura de 1 m a 1,50 m por 50 cm, 6 varetas e cordas unidas e encaixadas em um gancho fixado na parede (É possível substituir esse gancho por uma manivela para facilitar a subida e descida do varal); 2) outro semelhante, mas com uma tela acima das varetas que possibilita a secagem de roupas que não podem ficar penduradas ou tênis; 3) e ainda, o modelo com o comando individual, com uma corda para cada vareta

Existe um produto não só com a possibilidade de descer as varetas uma a uma, mas também de regular a sua altura individualmente com uma argola que não fica presa à parede e sim na própria vareta. Essa solução ajuda na secagem das roupas penduradas, quando o varal não consegue ficar na situação perpendicular à janela ou ainda quando existe tanta janela e armário que não sobra espaço para o gancho que prende às cordas ser fixado na parede.

Esses varais com varetas individuais podem tanto ser fixados no teto como na parede. Mesmo quando o forro é de gesso é possivel instalar um varal. Para isso, basta utilizar hastes que ficarão entre a laje e o forro. Esse serviço é oferecido por empresas especializadas.

Os modelos de parede, geralmente com dimensões menores (exceto o de varetas individuais), são: 1) o sanfonado, com laterais pantográficas que se recolhem junto à parede, ou 2) o retrátil, que se compõe de duas peças que serão fixadas em cada extremidade do cômodo. Assim, o varal poderá ser esticado e recolhido conforme o uso.

Os modelos móveis são: 1) o de piso, citado acima, e 2) os pequenos módulos que se encaixam através de um gancho aos varais maiores. Com vários pregadores nas pontas são muito úteis para pendurar roupas íntimas e meias.

Fonte: Delas iG

  • Imprimir

Notícias relacionadas

Inspire-se na decoração usada no filme 'Simplesmente Complicado'

A dica de cinema e de decoração de hoje é: Simplesmente Complicado!... Leia mais >


Augusto Perez dá toque de originalidade em decoração de cobertura

O designer de interiores Augusto Perez executou a decoração de uma ... Leia mais >


Conheça os maiores erros no projeto do quarto do bebê

Evitar totalmente o uso de cores fortes e entulhar o ambiente com m... Leia mais >


Cores podem transmitir diferentes sensações dentro de casa

Na hora de escolher a tinta da parede, lembre-se que as tonalidades... Leia mais >


Dicas para Banheiro

Com o decorrer das décadas, o banheiro passou de um espaço quase ne... Leia mais >