Notícias >> Organização

Saiba como organizar papéis em sua casa

09 de jul de 2012 | Por: Seu Lar Aqui

Contas, notas fiscais, recibos. São tantos os papéis que precisamos guardar que, sem paciência, muitas vezes acabamos apinhando-os de qualquer jeito, transformando a papelada num amontoado desorganizado, em que encontrar um documento é tarefa que requer horas. Chegou a hora de dar um basta nisso. Dar aquela arrumada geral exige algum tempo, mas depois é só colocar, no local específico, cada material que entrar.

O primeiro passo é definir o que é realmente importante e o que deve ser descartado. “Comece por eliminar o que é lixo do meio dos papéis, como comprovantes de compra de mercado, propagandas etc.”, recomenda a personal organizer Eliete Teixeira. O extrato da conta bancária veio em três folhas? Verifique se a primeira ou a última foram preenchidas apenas com informações descartáveis (seu endereço, seus dados bancários etc.); se sim, elimine esse estorvo.

Na sequência, classifique os arquivos, colocando juntos os de mesmo tipo – como contas mensais, documentos pessoais ou impostos. Eles podem ser inseridos em diferentes pastas, que de plástico ou de papel, para facilitar o armazenamento. “Classifique por assunto – como água, luz, condomínio, bancos, imposto de renda, IPTU, assinatura de TV e assim por diante. Documentos importantes são os pessoais, os de bens adquiridos e os de pagamentos mensais” afirma Eliete.

Para conversar o material, tome precauções no manuseio, como manter as mãos sempre secas e limpas, evitando assim o aparecimento de manchas no papel. “Não ponha em locais úmidos. O ideal é armazenar em gaveteiros de pastas suspensas, mas também podem ser acomodados em caixas plásticas organizadoras, apropriadas para pastas com tampa”, diz.

Uma vez organizados todos os documentos, é fundamental estabelecer uma rotina para que todos os novos papéis que chegarem ganhem seu destino correto, evitando que eles se acumulem e iniciem uma nova bagunça.

“Separe dois arquivos, um corrente [contas atuais] e um morto [dos últimos 5 anos], depois em ordem crescente ou decrescente – classifique por mês, ano e assunto. A pasta com contas atuais deve se guardada em local de fácil acesso”, sugere Renata Muniz, do blog Tudo em Ordem Sem Bagunça.

A maior parte dos papéis não deve ser descartada antes de cinco anos. Isso inclui contas de água, luz e telefone, além de recibos de convênio médico, condomínio e impostos. Já as faturas de cartão de crédito e extratos bancários podem ir para o lixo após 12 meses. Documentos trabalhistas, no entanto, devem ser mantidos até a aposentadoria. Isso vale para contracheques (holerites), recibos do INSS e registros da carteira de trabalho.

Fonte: Terra

  • Imprimir

Notícias relacionadas

Augusto Perez dá toque de originalidade em decoração de cobertura

O designer de interiores Augusto Perez executou a decoração de uma ... Leia mais >


Inspiração do dia: varandas!

As varandas são espaços muito especiais na casa da gente. Na maiori... Leia mais >


A escada (e a casa!) é dos cachorros

Morada traz adaptação para caninos do casal  Cães tratados a pã... Leia mais >


Receber amigos e os amigos deles

A casa em Barueri se abre sem medo  É do feitio dos jovens se a... Leia mais >


Facilitando a vida

Sem espaço para guardar os talheres do dia a dia? Não precisa ter g... Leia mais >