Notícias >> Sustentabilidade

Sustentabilidade é o novo desafio para a construção civil

03 de mai de 2012 | Por: Seu Lar Aqui

A preocupação com sustentabilidade no setor da construção de civil está cada vez mais recorrente. Muitas construtoras já adotaram sistemas para reciclagem de materiais e investem na redução do uso de matérias-primas não renováveis. Esse conceito ecologicamente correto, além de trazer benefícios ao meio ambiente, também pode reduzir o custo da obra, aliando o reaproveitamento e a reciclagem de materiais.

Segundo a engenheira civil e professora do Curso de Gerenciamento de Obras de Interiores do CEPDAP (Centro de Educação Profissional de Design, Artes e Profissões) Angela Zraik, essa é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum no setor e o número de construções verdes tem aumentado a cada ano. "Muitas alternativas estão sendo utilizadas para deixar a obra mais sustentável como o reuso da água da chuva, a implantação de novas tecnologias para aquecimento e geração de energia, tratamento de lixo, além da utilização de materiais ecologicamente corretos", esclarece.

De acordo com a professora algumas práticas são simples e podem auxiliar na hora da reforma. A reutilização de entulhos retirados de outras obras e de locais que foram demolidos é uma delas. "A madeira é um material que pode ser reaproveitado diversas vezes e ainda, é possível vender para empresas que precisam de lenha, quando não for mais útil. Mas também conseguimos utilizar outros produtos como cerâmicas, telhas e tijolos", avalia.

Para Angela o desperdício desse tipo de material ainda é grande no país, mas essa cultura aos poucos está mudando. "Cerca de 50% do material descartado pelas construções é depositado no lixo sem um critério de reaproveitamento. Em outros países como o Japão, por exemplo, o descarte de entulhos é de aproximadamente seis mil toneladas por ano, enquanto que no Brasil é de cerca de 850 mil", comenta.

Além disso, a prática de construções mais sustentáveis traz inúmeros benefícios ao meio ambiente.  "Isso trará reduções em todos os sentidos, pois a quantidade de matérias-primas utilizadas e o volume de detritos serão menores, bem como a quantidade de lixo depositado nos aterros sanitário. Por isso o desafio de aliar as construções à preservação do meio ambiente é tão importante", comenta Angela.

Na questão de viabilidade econômica a engenheira também aponta benefícios na reciclagem dos entulhos produzidos pela obra. "Esses materiais podem ser revendidos a usinas que vão utilizar os detritos como base para pavimentação de vias e conservação de estradas. Também poderão ser utilizados no aterramento de terreno de outras construções", explica.

A professora esclarece que, diante dessa preocupação ambiental, o setor tem investido em práticas para despertar a consciência e a preocupação ecológica. Exemplo disso é que atualmente muitos profissionais estão se especializando na reutilização e reciclagem de materiais. "Esse profissional vai adequar o projeto para ficar mais sustentável e fazer progressões para a redução nos custos da obra como diminuir o desperdício de matérias-primas", argumenta.

O CEPDAP está com matrículas abertas para o curso de gerenciamento de obras, que acontece nos dias 18 e 19 de maio. A capacitação é destinada a estudantes e profissionais nas áreas de Arquitetura, Design de Interiores e Engenharia. O curso irá abordar aspectos como planejamento físico e financeiro de uma obra, além de apresentar o processo de acompanhamento e de execução da obra aliado às práticas sustentáveis. Mais informações pelo www.cepdap.com.br ou na fanpage https://www.facebook.com/cepdap.profissoesinovadoras e pelo telefone (41) 3029-4044

  • Imprimir

Notícias relacionadas

Custo da construção civil fica 0,84% mais caro em abril, diz FGV

O brasileiro gastou 0,84% a mais para construir em abril, segundo... Leia mais >


Valor do m² tem a menor alta trimestral desde 2010

O preço médio do metro quadrado de apartamentos usados em 16 cidade... Leia mais >


Fachada “suspensa” é um dos atrativos do Concetto, lançamento da VCG Empreendimentos

Uma fachada que se projeta para fora do alinhamento do prédio em ci... Leia mais >


Novo conceito de moradia, com pé-direito de 5 metros e 40cm pode ser visto,em Curitiba

Hoje em dia, com o aquecimento do mercado, os consumidores querem r... Leia mais >


Inflação da construção civil avança para 0,73% em fevereiro, diz IBGE

A inflação medida pelo Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi)... Leia mais >